Terapia da fala

Área responsável pela prevenção, avaliação e tratamento de alterações da comunicação humana, linguagem, fala e deglutição, na criança, no adolescente, no adulto e no idoso. Englobando não só todas as funções associadas à compreensão e expressão da linguagem oral e escrita mas também outras formas de comunicação não-verbal.


Serviços/Áreas de intervenção

O Terapeuta da fala desenvolve actividades para a prevenção e tratamento nas seguintes áreas:

 

Comunicação: É a capacidade de um individuo transmitir uma determinada informação a outro individuo. As perturbações da comunicação podem surgir associadas a outras patologias, como a Paralisia Cerebral, o Autismo ou o Atraso do Desenvolvimento Global. 

 

Linguagem oral e escrita: É a capacidade exclusivamente humana para comunicar oralmente ou através da escrita. O Terapeuta da Fala trabalha todos os domínios da linguagem, semântica, morfologia, sintaxe, fonologia e pragmática. O Atraso do Desenvolvimento da Linguagem é um diagnóstico associado à linguagem oral, quando existem alterações em todos os domínios mencionados. A Dislexia está relacionada com a linguagem escrita e diz respeito à existência de perturbação fonológica que implica directamente com a aprendizagem da leitura e da escrita.

 

Fala: É a materialização e manifestação concreta da linguagem. Capacidade de emitir sons de uma determinada língua. A fala pode estar comprometida ao nível da articulação ou da fluência. As alterações da articulação podem ser de carácter fonológico (conhecimento dos sons da fala alterado) ou articulatório (alterações morfológicas dos articuladores que interferem com a produção dos sons). Relativamente à fluência, é a alteração conhecida como gaguez.  

 

Voz: Acontece como consequência da vibração das pregas vocais, com o auxílio da respiração e dos órgãos ressoadores. Neste domínio podem ocorrer alterações orgânicas ou funcionais. A disfonia (rouquidão) é uma alteração frequente, e é caracterizada pela dificuldade em emitir os sons de forma natural, pode ser provocada pelo abuso e mau uso vocal.   

 

Deglutição/mastigação: Função neurovegetativa responsável por transportar o alimento da boca ao estômago. Neste processo intervêm diversos órgãos: lábios, língua, bochechas, dentes, palato mole, mandíbula, laringe, esófago e estômago. Este processo pode sofrer alterações devido a um padrão de respiração oral, hábitos inadequados de sucção, hipertrofia das amígdalas, causas emocionais, após AVC ou traumatismos.

 

Motricidade Orofacial: Relaciona-se com o desenvolvimento, aperfeiçoamento e reabilitação dos órgãos fonoarticulatórios e região cervical, bem como das respectivas funções estomatognáticas (a sucção, a mastigação, a respiração e a fala). Também na nova valência desta área encontra-se a Motricidade Orofacial com benefícios Estéticos (eliminação e/ou redução das Rugas).